Quinta-feira, 23 de Dezembro de 2010
por Andrea Peniche

Não é sobre o livro de Margarida Rebelo Pinto que quero falar, mas antes do veto da Alemanha e da França à adesão da Bulgária e da Roménia ao espaço Schengen.

Merkel e Sarkozy acham que a Roménia e a Bulgária têm demonstrado muitas debilidades na luta contra a corrupção e o crime organizado.

Um argumento destes, vindo de um país que há meses está atolado no folhetim Woerth-Bettencourt e nas suas sequelas, é, no mínimo, estranho. Que este veto e a condenação, nacional e internacional, das políticas de expulsão de ciganos, romenos e búlgaros, de França não estejam relacionados é a tal coincidência que me parece não existir.


por Andrea Peniche
link do post | comentar | partilhar

5 comentários:
Gentleman
A realidade é mais complexa, Andrea...
Não é só o problema dos ciganos indigentes que se reproduzem como coelhos, vivem do Estado Social sem contribuírem nada para ele e se preparam para enxamear as ruas da Europa civilizada. É também o problema da Roménia e especialmente a Bulgária serem refúgios de mafiosos (ver McMáfia: o Crime Organizado Sem Fronteiras (http://www.livrarialeitura.pt/detail.ud121?oid=10525989)) e uma porta de entrada de imigração ilegal oriunda do Médio Oriente.
A Europa tem que se proteger. Ainda é cedo para a Roménia e a Bulgária serem acolhidas no espaço Schengen.

deixado a 23/12/10 às 19:52
link | responder a comentário | discussão

Anónimo
Mas... a Itália não é a pátria da máfia? E faz parte do espaço Schengen.

deixado a 23/12/10 às 20:34
link | responder a comentário | início da discussão

Carla Miranda
Esse Sarkozy é mesmo nojento. Não, não mesmo coincidência nenhuma.

deixado a 23/12/10 às 20:29
link | responder a comentário

Nesta época natalícia uso sempre de muita franqueza na linguagem acompanhada de uma grande caridade cristã.


 


Então é assim, a Bulgária, a Roménia e a Turquia deviam os dois primeiros e deve o último permanecer onde merecem.


Ou seja nos confins da Europa quase Ásia.


 


Continuem felizes lá.



 

deixado a 23/12/10 às 20:56
link | responder a comentário

Luís

O ideal seria acabar com a União Europeia e o espaço Shengen. Em relação aos ciganos que são alianígenas extra-europeus, como já não bastassem os ciganos que vivem em França, agora os nativos franceses tinham de aturar a ralé dos ciganos vindos da Europa de leste.
   E sei, que para o apátrida de extrema-esquerda, deve ser dificil entender, mas não existem ciganos europeus, franceses ou romenos. Ser romeno ou francês é uma etnia e ser cigano é outra etnia totalmente distinta.
   A solução para a Europa e a França é o Nacionalismo!

deixado a 24/12/10 às 10:50
link | responder a comentário

Comentar post

pesquisa
 
TV Arrastão
Inquérito
Outras leituras
Outras leituras
Subscrever


RSSPosts via RSS Sapo

RSSPosts via feedburner (temp/ indisponível)

RSSComentários

arquivos
2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


Contador