Sexta-feira, 15 de Julho de 2011
por Sérgio Lavos

 

Finalmente, uma medida revolucionária do novo Governo. Assunção Cristas, a ministra que prometeu estudar a fundo tudo o que tivesse a ver com o seu gabinete - dado que a sua formação nada tinha a ver com o que está a fazer - decidiu assinar um despacho que dispensa o uso de gravata no seu ministério, por razões de poupança de energia. Não poderia estar mais de acordo. Acho mesmo que deveria ir mais longe e, nesta altura de calor e apertos orçamentais, aproveitar para promover o nudismo nos gabinetes do ministério; para além de se poupar a energia gasta pelo ar condicionado, também se pouparia água na lavagem de roupa e não se poluiria o ambiente com os químicos libertos pelos detergentes. Ninguém quer iniciar uma petição pública por esta nobre causa?


por Sérgio Lavos
link do post | comentar | partilhar

16 comentários:
Miguel
Costumo estar de acordo com praticamente tudo o que se escreve aqui, mas desta vez o Sérgio mostrou alguma ignorância... para não dizer cegueira voluntária. É uma medida aplicada por esse mundo fora e é tudo menos criticável, porque funciona. Onde está a lógica do Estado como referencial? Se toda a gente seguisse o exemplo, podíamos poupar milhares ou talvez milhões de euros em energia.
Pensei que aqui se criticava no verdadeiro sentido do termo (com fundamentos) e não apenas por os temas terem origem na barricada oposta. Saber reconhecer é sinal de inteligência e não o contrário.

deixado a 16/7/11 às 01:03
link | responder a comentário

Não leve tão a sério a minha brincadeira. Até acho uma coisa bem feita, mas não consegui resistir a fazer esta simples sugestão, de ir mais longe. Digamos que a decisão dá azo a isso. E além disso, até simpatizo com a ministra Cristas, por várias e diversas razões.

deixado a 16/7/11 às 01:19
link | responder a comentário

Tomás Guevara
Ao contrário dos comentadores que me precedem não acho esta medida digna de qualquer louvor
Trata-se apenas de uma decisão na mesma onda de outras sopradas para a comunicação social(como esta o foi)
O avião para bruxelas..lembram-se?A história das viagens de coelho?
(Afinal tudo treta.A revelar a demagogia  e o populismo deste que agora ocupa o poleiro)


O país como está
A agricultura destruída por uns tantos mas em que se destacou cavaco (lembram-se?)


e é das gravatas dos funcionários que se fala?
Mais demagogia e populismo
O circo está montado 
e não se olha a meios para distrair o pessoal


Discuta-se tão premente caso
mas que não se fale sobretudo no mentiroso miserável que é passos coelho 
 e não se fale do roubo a quem trabalha
e da protecção inqualificável e obscena aos rendimentos dos accionistas e outros istas


Pum pim pam

deixado a 16/7/11 às 04:46
link | responder a comentário | discussão

a tua cegueira ideológica é tanta que ainda antes de saberes que era o novo 1º ministro já o criticavas pelas atitudes tomadas.


és triste e pátético !!!


E são 4:46 e continuas a escrever....


Não tens mesmo mais nada para fazer na vida do que virar a noite a navegar, pois não ????


Tomás Guevara
Triste e patético como só podem ser os candidatos de um partido de direita pura e dura como o PSD.?
Um partido cujo chefe mente e rouba?


O argumentário do candidato a essa coisa inenarrável que está a asfixiar o país,em nome da recuperação económica dos banqueiros alemães


As horas em que se navega


...
 Está tudo dito


este fulano foi candidato autárquico a uma coisa chamada PSD?


Antes ou depois do  espectáculo miserável de passos coelho a lamber as pegadas de merkel?


Antes ou depois do acordo de traição com a troika?


Tanto faz
pelo exemplo acima é um exemplar medíocre de tal seita

deixado a 26/7/11 às 03:37
link | responder a comentário | início da discussão

Pão Metálico
Será que este post de mau gosto terá alguma coisa a ver com capas de mau gosto de livros recentemente mencionados no Arrastão?

Espero sinceramente que não.

deixado a 16/7/11 às 09:50
link | responder a comentário | discussão

Dazulpintado
Mau gosto por mau gosto, prefiro a capa do livro.
Já quanto à brincadeira do Sérgio, preferia que tivesse falado a sério. É que num momento em que a guerra de capelinhas no ministério e as leis que nos regem, ameaçam continuar a bloquear a vida dos cidadãos, a senhora Ministra entretém-se com o nó das gravatas, em lugar de governar.  Depois não se queixem que o café tem formigas.

deixado a 16/7/11 às 15:43
link | responder a comentário | início da discussão

qassandra
Hum... Vi umas imagens no telejornal dessas reuniões sem gravata e reparei que, enquanto a ministra Cristas levava um vestido de alças, já os senhores mantinham o seu sisudo casaco vestido. Talvez não haja necessidade de converter a Praça do Comércio à descontracção do naturismo, mas um despacho adicional a dispensar casacos e blazers, e mesmo a admitir a manga curta masculina, talvez desse jeito para suportar Agosto. E, claro, também daria jeito para mais umas notícias ecológicas no telejornal, tipo revista Caras. E mais uns artigos divertidos no Arrastão... 


Quanto ao ambiente, território, agricultura, pescas, voos rasantes, rezas a Nossa Senhora, saltos à retaguarda, e pirotecnias diversas, digamos que ficam para segunda-feira.


Ou, por este andar, terça.

deixado a 16/7/11 às 11:57
link | responder a comentário

O que me surpeendeu é que numa sociedade moderna fosse obrigatório usar-se casaco e gravata como se isso acrescentasse algo à pessoa.

A medida pode ser interessante, logo que passou para a comunicação social transformou-se em sound bite e este Governo está a tê-los em demasia.

deixado a 16/7/11 às 12:18
link | responder a comentário | discussão

Obelisco Instável
Meu caro Cunha

Também não considero que o uso de gravata seja relevante para o que quer que seja, num país como o nosso até é ridículo, no Brasil, antigamente, chamava-se doutor a quem usava gravata, parece que nós ainda não nos libertámos disso, mas bastava conhecer o Bill Gates para ter uma ideia sobre a questão.

Mas o problema não é esse, o problema é que num país que tem a agricultura de rastos, a primeira medida da ministra é sobre as gravatas, apetrecho que não costuma ornar os agricultores, é pouco, é ridículo e revela, mais uma vez, a total ausência de ideias sérias dos nossos governantes, Lili Caneças não faria melhor.

deixado a 18/7/11 às 22:43
link | responder a comentário | início da discussão

Clint Eastwood
Que medida mais demagoga que essa beta se lembrou de ter. E ainda há quem lhe ligue. Não vêm que ela é ESTÚPIDA QUE NEM UMA PORTA? 
Não fosse o partido dela um partido de PEDÓFILOS!!

deixado a 16/7/11 às 14:35
link | responder a comentário

Anónimo
Não simpatizo com a ministra mas a medida parece-me bem, há demasiados formalismos que deveriam ser abolidos ou relativizados. Teria gostado mais se a razão desta medida estivesse associada ao conforto dos trabalhadores. 

deixado a 16/7/11 às 15:23
link | responder a comentário

Carlos Marques
Esta foto é do tempo da RDA? Esse farol que foi a vanguarda do nudismo?

Quanto à ministra Cristas, concordo que tem diversas qualidades, algumas das quais não seria próprio de um cavalheiro enumerar.

deixado a 16/7/11 às 18:56
link | responder a comentário

ó Sérgio, depois gastava-se uma fortuna em aquecimento !!!!

deixado a 16/7/11 às 21:20
link | responder a comentário

Comentar post

pesquisa
 
TV Arrastão
Inquérito
Outras leituras
Outras leituras
Subscrever


RSSPosts via RSS Sapo

RSSPosts via feedburner (temp/ indisponível)

RSSComentários

arquivos
2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


Contador